Etapa 3:

Mais vitaminas para
uma maior resistência

A imunidade das bezerras se desenvolve mais rapidamente com vitaminas e minerais adicionais

Os anticorpos no colostro só podem proteger a bezerra recém-nascida contra patógenos nos primeiros dias da sua vida. Portanto, o jovem animal deve desenvolver uma forte imunidade às doenças o mais rapidamente possível após o nascimento. A melhor resistência possível é obtida por meio da alimentação intensiva de leite após o colostro, com ferro, vitaminas e minerais adicionais.

Os anticorpos no colostro fornecem à bezerra a chamada imunidade passiva, que ela precisa obter nos seus primeiros dias. Na etapa 2, descrevemos o protocolo para a administração eficaz do colostro e, assim, desenvolvimento ótimo da imunidade passiva, que caso contrário começa a declinar dentro de alguns dias de colostro. Portanto, para se manter saudável, a bezerra deve desenvolver rapidamente a sua própria imunidade ativa, dentro de 14 a 21 dias. A partir de então, as bezerras serão menos suscetíveis a doenças.

Resistência abaixo do nível crítico pelo período mais curto possível

A regra de ouro é: quanto melhor a primeira alimentação (com colostro) e melhor a alimentação de leite a partir do dia 2, menor o risco da bezerra ter baixa imunidade e, portanto, ser mais suscetível a doenças em qualquer ocasião nos primeiros 21 dias. Assim, o desafio é aplicar uma administração ótima de colostro para estender a imunidade passiva o máximo possível enquanto a bezerra desenvolve imunidade ativa o mais rapidamente e fortemente possível. No entanto, haverá sempre um (leve) risco de a imunidade estar abaixo do nível crítico em algum ponto.

Gráfico 1: Baixo desenvolvimento da imunidade na bezerra

Vitaminas e minerais adicionais para a bezerra

Este risco pode ser limitado ou até mesmo eliminado por meio da adição de vitaminas, minerais e micronutrientes adicionais na alimentação de leite por cinco dias consecutivos a partir do dia 2, incluindo ferro adicional para combater a anemia.

Estes aditivos adicionais são úteis e possivelmente até mesmo essenciais, uma vez que as exigências de vitaminas e minerais de uma bezerra nos primeiros dias não podem ser atendidas por aquilo que recebe via substitutos de leite. Os bons substitutos do leite de bezerra contêm um conjunto equilibrado de vitaminas e minerais, e os requisitos da bezerra pode ser amplamente atendidos por meio da alimentação intensiva (consulte a etapa 5). No entanto, nos primeiros dias de consumo de ração, a oferta muito raramente atende o que a bezerra necessita para o desenvolvimento da imunidade ideal.

Ao enriquecer o leite (colostro e substituto de leite de bezerra) com nutrientes essenciais, você oferece à bezerra o melhor início de vida possível. Ela crescerá mais forte e desenvolverá uma imunidade ativa mais rapidamente.

Observação: isso só é eficaz se a administração inicial de colostro (etapa 2) e o início do leite para bezerras (etapa 5) forem implementados e bem planejados. A combinação é o que importa: a adição de vitaminas e minerais nunca poderá compensar a má administração de colostro ou um início inadequado de alimentação com leite para bezerras.

Gráfico 2: Bom desenvolvimento da imunidade em função da administração ótima de colostro, alimentação intensiva com leite para bezerras após o colostro e vitaminas e minerais adicionais a partir do dia 1.

 

Dúvidas sobre a imunidade dos suas bezerras?

Você poderia fazer algo mais para aumentar a resistência das suas bezerras recém-nascidas mais rapidamente? Pergunte ao especialista em criação Sprayfo na sua região!

Assessoria Direta