Bezerras saudáveis​ crescem naturalmente

Nutrição, higiene e clima: a base para uma criação livre de problemas

Uma quantidade suficiente de ferro é essencial para as bezerras

O ferro é importante para vários processos físicos, especialmente para vários processos físicos, especialmente na produção de hemoglobina (no sangue) e mioglobina (nos músculos). Essas substâncias se ligam ao oxigênio e o transportam através do corpo. Além disso, o ferro é importante para a resistência, crescimento ótimo e conversão de nutrientes de uma bezerra e para a condição física geral dos animais.

Bezerras jovens têm, por natureza, níveis muito baixos de ferro. Para mantê-las  saudáveis, elas devem ser suplementadas com ferro. Para um bom começo de vida, o fornecimento de ferro deve ser suficiente.

Os níveis de ferro em bezerras variam drasticamente

A quantidade de ferro no corpo da bezerra é determinada em parte pela estação, raça, nacionalidade, taxa de crescimento e níveis dos diferentes alimentos (forragens) e água. Mas também por meio do fornecimento de equipamentos enferrujados do celeiro ou "contaminação" indesejável da ração (forragem). Com base nesses parâmetros, as bezerras necessitam de ferro adicional por meio de suplementação e/ou injeção.

O déficit muitas vezes já está presente no nascimento

Muitas bezerras já apresentam uma deficiência de ferro no nascimento e são anêmicas como consequência. Um fornecimento de ferro deficiente interrompe a produção de sangue, podendo causar anemia em muitas bezerras jovens. Visto que o ferro desempenha um papel importante na produção de anticorpos, isso também afeta a resistência dessas bezerras.

Estudo sobre a suplementação de ferro adicional

A Hofgut Neumühle na Alemanha investigou se uma suplementação de ferro adicional poderia melhorar os níveis de ferro nos primeiros dias de vida. A empresa estudou os valores sanguíneos em 50 bezerras jovens e forneceu-lhes uma suplementação de ferro.

Nos dias 4 e 14 dias de vida, o sangue foi colhido para examinar os níveis de hemoglobina (proteínas contendo ferro nas células vermelhas do sangue), os valores de hematócritos (componentes sanguíneos celulares) e os níveis de ferro. Todas as bezerras receberam leite colostro na primeira semana. Na segunda semana, metade recebeu leite de vaca integral e a outra metade foi alimentada com o substituto do leite.

Deficiência de ferro maior no leite de vaca

Os resultados: no dia 4, 33% das bezerras apresentavam uma grande deficiência de ferro e 25% registravam uma pequena deficiência de ferro. No 14º dia de vida, as bezerras que receberam o substituto de leite ganharam mais ferro do que as bezerras alimentadas com leite de vaca. Do grupo de substituto do leite, 42% apresentaram bons níveis de ferro. No leite de vaca, apenas 25% das bezerras possuíam uma quantidade suficiente de ferro no sangue, de maneira que 75% apresentaram uma deficiência!

Ensaio de acompanhamento com administração de suplementação de ferro

Com base nos níveis de ferro inadequados, até mesmo no dia 14, um ensaio de acompanhamento foi elaborado. Isso envolveu fornecer uma suplementação de ferro às bezerras nos dois primeiros dias após o nascimento. Os animais foram divididos em dois grupos para essa finalidade. Um grupo recebeu uma injeção de ferro (ferro dextrano 1000mg). As outras bezerras receberam a mesma quantidade de ferro por meio de uma pasta misturada com o leite colostro. Nos dias 4 e 14 de vida, os níveis de hemoglobina e de ferro foram testados novamente. Além disso, amostras de sangue foram colhidas de 13 bezerras que não receberam suplementação de ferro.

Conclusões

O ferro é melhor administrado utilizando um preparado contendo ferro. A administração de ferro, tanto por injeções quanto por meio do leite, gera uma melhora significativa nos níveis de hemoglobina no sangue. O maior aumento foi estabelecido em bezerras que receberam ferro no leite colostro (vide gráfico).

Efeito do ferro via injeção e via colostro

Os resultados da suplementação de ferro sobre os níveis de ferro no sangue foram impressionantes:

  • 77% das bezerras já apresentavam níveis de ferro adequados após apenas quatro dias.
  • Esse número atingiu de 63% com injeções de ferro, enquanto que mais de 75% das bezerras não tratadas ainda apresentavam uma deficiência de ferro! Apesar da suplementação de ferro, 15% (ferro via colostro) e 13% (ferro via injeção) das bezerras ainda apresentaram uma grande deficiência de ferro após quatro dias. Após 14 dias, o cenário era muito diferente. Para as bezerras que receberam ferro do colostro, 92% tiveram níveis de ferro ótimos. Em bezerras que receberam uma injeção de ferro, este percentual foi de 82%.
  • Nada mudou no grupo de bezerras não tratadas, com 77% ainda sofrendo com deficiências de ferro!
  • Controle: Ferro via colostro x Injeção de ferro
  • Controle
  • Ferro via colostro

Conselho de criação para um nível adequado de ferro

Em 0,5 mg/l, os níveis de ferro no leite de vaca são muito baixos. As bezerras precisam de cerca de 100 mg por dia, de maneira que o leite de vaca é insuficiente e deve ser suplementado com um preparado de ferro. A administração de ferro às bezerras após o nascimento é possível por meio de um preparado nutricional . Ele funciona tão bem quanto uma injeção de ferro. Registre os níveis de ferro no substituto do leite em pó por kg (80-100 mg). O concentrado também é rico em ferro – um consumo de 0,5 kg de concentrado por dia fornece ferro suficiente. No entanto, isso só se aplica após quatro semanas de vida. Mesmo ao utilizar o substituto de leite em pó, recomendamos a adição de um preparado de ferro ao colostro.